sexta-feira, 15 de junho de 2007

Espada de Greyskull


Meu Deus. Os anos oitenta foram terríveis então. Fui numa festa de faculdade uma vez, as pessoas, bem, provavelmente eu era uns dos mais velhos ali, senão o mais. As pessoas cantando e dançando músicas horríveis desses anos verde-limão. Todas na faixa de idade que, se muito, lembram de 1990,91. E sabiam as porcarias das músicas de cor. Músicas? Bom (uff) ; Balão Mágico, Trem da Alegria, Kid Abelha, Dr. Silvana, Culture Club, e por aí vai...
Outro dia, um baixinho com fantasia de He-man num cartaz: "Festa Anos 80". Jesus.

Só existiam idiotas nos anos 80? Era isso então?
Bom. Não sou eu quem vai por a mão no fogo por eles. Me lembro bem de algumas coisas, hãn, constrangedoras: os clipes do Culture Club realmente eram horríveis, loiras dominavam a mente infantil, polainas, metal-laquê de Los Angeles, e coisas até boas, mas com aquele quê vanguarda (!) que os anos oitenta insistiam; aquele pôr-do-sol com uma coruja do Blade Runner dá arrepios...

Mas havia muita coisa boa naquela época também, pôxa! Mesmo que em minoria, a vida inteligente não despovoou este planeta a partir daquela época. Onde estão as lembranças de grandes bandas daquela época: Smiths, Echo & the Bunnymen, New Model Army, X, Jane's Addiction, Violent Femmes, Sonic Youth, Pogues, entre muitas?
As vezes até os remanescentes dessa época parecem se esquecer; basta ouvir os últimos discos do Red Hot Chili Peppers ou do REM para comprovar isso. Bandas ótimas naquela época, que se perderam com a velhice.
A culpa não é essencialmente dos anos oitenta. É da velhice.
Esses garotos e garotas de 20, que não querem esquecer da infância;
Esses garotões e garotonas de 30, que não querem esquecer a adolescência;
Esses 'jovens' de 40, que querem me lembrar a toda hora do refrão (refrão?) de faroeste caboclo.
Está tudo na mente, mas como a gente quer que esteja.
Claro, não aconteceu somente com os anos oitenta. O 'Dark Side of the Moon' em vinil na casa de um tio de 50 e poucos me lembra os anos 70, assim como a coleção remasterizada do ABBA da minha tia, ou o DVD de Grease, que ainda faz os anos 70 sobreviver nos subúrbios.
A Indústria ajuda bastante nisso, é mais fácil 'sanear' os anos 60 com coleções dos beatles e stones, os 70 com reedições de led e pink floyd, os 80 é do he-man.
Por Greyskull, Shee-ra!

Parem de me tratar como idiota! Parem de vender Legião Urbana e Festa Ploc, como se fosse esse 8 ou 80 (sic). Graças a vocês mesmos, executivos de gravadoras, graças as suas imposições, a internet te derrubou!

"X" da questão:

http://d.turboupload.com/de/384141/f0slbt5yzb.html

Um comentário:

hlsguotti disse...

Pode parecer idiotice, mas quem cresceu ouvindo isso provavelmente tem uma vida estável e saudável... afinal foi a melhor época que já existiu!!! Hoje a quantidade de "Nóias" é absurda!!! Vc pelo jeito é do tipo que curte Funk e adora rebolar na boquinha da garrafa... kkk e vem dizer que era idiotice... toda a influência musical de hoje está com base nos anos 80... mas foram ficando idiotas, principalmente no contexto e principalmente nas letras, sem pé nem cabeça... dança da motinha, crew e assim vai... com certeza os anos 80 foram e será a melhor década de todos os tempos!!!