terça-feira, 26 de maio de 2009

Nothing Was Delivered

. .
Você já ouviu falar de Pogues?
De U2, já, certo?
Pois é.
O que os dois nomes tem em comum?
Ambas são bandas irlandesas.
Bandas com integrantes irlandeses.
Afirmo a frase acima, para justamente explicitar algo.


video

...................Pogues & Dubliners - Irish Rover


Não duvido do patriotismo dos integrantes do U2, e nem é isso que quero discutir.
É questão estética.
Mas a música deles, a 'arte' deles, não tem referência estética irlandesa.
Diferente dos Pogues, que usam elementos musicais e estéticos irlandeses.
Algo como comparar Zeca Pagodinho com Legião Urbana.
Sacou?
É, sou péssimo com comparações, não foi isso o que pedi pra sacar...

Zeca Pagodinho tem muito mais elementos "brasileiros" que Legião.
Isso é fato.
E, em termos, não é isso que diminui ou aumenta a importância de ambos.
Mas um gringo, com quase 100% de certeza, buscaria o Zeca em vez do Manfredini.
Pelo exotismo?
É isso então?

Acho que não.
Se fosse assim, por esse olhar, os Pogues seriam mais procurados que o U2, não?
São exóticos.
São feios.
E tem uma música diferente da restante do mundo, mesmo tendo elementos de música pop.
O Zeca também tem influência pop.
O Legião Urbana não tem influência do Pogues.
Parecia um U2.

Partindo desse princípio, sendo bem símio, parto para duas hipóteses:
01: gringos realmente acham brasileiros palhaços, macacos, bobos-da-corte, e riem de nossas micagens, fingindo interesse.

02: nossa música realmente chama muito mais atenção que qualquer outra no mundo. Principalmente a irlandesa.

Como brasileiro, e nunca desistindo, escolho a opção óbvia.
Mas tem muito mais coisa aí.

Pode-se pensar que a Europa e a América (*), tem um olhar mais amplo que o nosso.
Será?
Acho nossa propaganda muito boa.
Mas acabo considerando que a música brasileira só encontra par com a americana, que influenciou o U2 muito mais que a própria música natal deles.
Blues, Jazz. Rock, Pop...
Influenciou o Manfredini.
E a mim...

E, a gente, então passa a perder para os americanos quando existe um Legião Urbana em nossas vidas?

Viva a propaganda!

(o detentor dos direitos deste blog assume gostar mais de Coca-Cola que de Guaraná)
. .

Nenhum comentário: