quinta-feira, 7 de maio de 2009

O que se crê não cria, o que se vê não se via

. .
Em 1992, a banda Faith no More lançou um disco chamado Angel Dust.
Em 1991, Faith no More era a banda de axé no Brasil.
Esquema rádio povão: só sucesso!
Em 1992, eles já eram sucesso antigo.
Em 1992, eles inventaram o som do sucesso de 1999, 2000.

Duas observações aí.
Numa comparação inversa, veja a banda Titãs hoje.
Eles direcionam suas músicas para o esquema povão.
Aquele do toca-na-rádio-toda-hora-que-eu-decoro.
Funciona.
Vende no momento.
Mais não agrega.
Nem inclui.
Não agrega um público fixo.
Nem acrescenta nada à cultura popular.
Em 1991, o Faith no More fazia sucesso povão.
A onda era a do funk-o-metal.
Quem viveu lembra.
Ah, claro, o Faith no More descia.
O Titãs não.
Não hoje.
O Titãs antes agregava. (vai lá, tiveram uma fase, entre 86 e 89)


video
...................Faith no More - Epic (ao vivo no Rock in Rio 91)


Mas, o foco desse post.

Em 1992, Faith no More inventara o som do sucesso de 1999, 2000.
O fim da década passada e começo dessa década.
O famigerado e odiado Nu-metal.

Odiado por mim, pelo menos.
Que adora Angel Dust do Faith no More.
Porquê essa dualidade, de gostar do disco que criou as bases de um 'gênero' e odiar o mesmo?
Não é porque saiu do gueto, como parece ser o formato estético de quem se coloca em um gueto.
Sim, porque parece a concepção de alguns, primar pelo "só eu e meus amigos conhecem, só eu e meus amigos gostam. O contrário, não procede."
Mas não é o caso, em termos.
O termo que procede é que o excesso, ou, principalmente, a rotina.
Essa maldita é que me mata.
Porque virou clichê.
Porque os que diluiram não chegavam no nível.

Não culpo o Faith no More.
Que depois se diluiu.
E morreu.

Culpo os Titãs.
E escreve aqui quem ouviu até furar o Cabeça Dinossauro/Jesus não tem Dentes/Blesq Blom quando criança/adolescente.


Os Titãs hoje fazem música pra tocar em novela.
Tenho um CD de Angel Dust com um balãozinho: contém o sucesso Easy, da trilha de Bebê a Bordo
Tem algo engraçado e irônico nisso, assim como fazer uma versão dos Commodores.
Não tem nada engraçado na trilha de novela dos Titãs.
E se for ironia, eu sou um estúpido, pois não percebi.

. .

Nenhum comentário: